Propostos pela Congregação do Santíssimo Redentor (Redentoristas)

Hospital do Vouga, Angola


Na década de 60 no Bié, o Hospital do Vouga foi uma semente que a boa vontade de uns quantos homens fez germinar para produzir um centro clínico de referência à escala nacional. Entretanto, a guerra civil trouxe a destruição total e o vazio assistencial a esta magnífica obra dos Missionários Redentoristas em Angola.

Hoje, terminada a guerra, impõe-se a tarefa de reerguer o hospital num movimento, que se quer ascensional, de solidariedade, de voluntariado e de cooperação numa expressão genuína de lusofonia. Serão bem vindos, como associados, todos aqueles que sentirem o apelo interior pela ajuda ao próximo doente e em risco.

(Padre Diamântino Dias de Almeida)

Ver mais informação -->


Ajuda Humanitária no Haiti


Coordenada pela cúria romana da congregação do Santíssimo Redentor, todas as províncias da congregação redentorista no mundo colaboraram para o apoio ao sismo no Haiti, a exemplo da congregação no Brasil destacando as províncias localizadas em Curitiba e Paranaguá, no Paraná, e de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Em Paranaguá está o Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio. Os outros dois são de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. As outras paróquias estão em Guaratuba, Telêmaco Borba e duas em Londrina, no Paraná. O esforço é grande, mas a necessidade de reconstruir as instalações destruídas é maior.

(Padre Diamântino Dias de Almeida)

Ver mais informação -->


Intervenção Pós-Guerra na Costa do Marfim


A população ainda sofre os efeitos de uma guerra civil recente, o futuro parece incerto, mas continua a lutar. Não há crianças abandonadas, eles encontram sempre uns braços que se adaptam ao seu corpo pequeno e que estão disposto a suportar o seu peso.

O nosso objetivo foi conhecer a realidade e os projetos que graças à colaboração de todos foram levados a cabo (dois centros de saúde, residências estudantis, uma biblioteca, um centro de promoção social...). Em paralelo, devemos identificar as necessidades para desenvolver novos projetos suscetíveis de favorecer o desenvolvimento das suas vidas. Finalmente, encontramos uma “nova” necessidade fundamental, que se traduz em transmitir a nossa experiência, para que todos a partir daqui possam sentir-se mais perto de quem está longe, Deus tratará do resto... Assim, sentirão que não estão sozinhos e que conseguirão viver na esperança de construir um mundo melhor.

(Padre Diamântino Dias de Almeida)

Ver mais informação -->


Refeitório Infantil no Perú


O Padre José Gomes, pároco de Lima, envia-nos informação acerca de um projeto que teve origem na A.S.Sevilha. Este projeto contempla a construção de um Refeitório Infantil.

Graças a todos os que colaboraram com a Associação de Solidariedade, se tornam possíveis novos projetos e assim podemos chegar a irmãos que necessitam da nossa ajuda. Como sempre isto dá-nos alento para continuar a trabalhar na melhoria da qualidade de vida dos outros.

(Padre Diamântino Dias de Almeida)

Ver mais informação -->


O Projeto Renascer – Programa de Intervenção Pós-Guerra


No contexto de guerra, Angola sofreu uma profunda rutura do tecido social, das estruturas e instituições do estado, dos valores morais e cívicos, e um agravamento do meio de subsistência familiar, com um número significativo de famílias a viverem nas áreas periféricas de Luanda, com menos de um dólar por dia, a atenção e os cuidados com a criança não são uma prioridade.

Por outro lado, Luanda acolheu um grande número de deslocados internos, alguns dos quais crianças, que acabaram por encontrar na rua a sua única possibilidade de sobrevivência.

Aliado a estes fatores, começam agora a surgir, com tendência a aumentar, crianças órfãs, vítimas do HIV/Sida. É neste ambiente que pretendemos intervir, no sentido de dar à criança na rua uma oportunidade para a vida.

(Padre Diamantino Dias de Almeida)

Ver mais informação -->